Total de visualizações de página

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

MOTOLÂNCIAS AGILIZAM O ATENDIMENTO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA EM ITUMBIARA

Pilotos socorristas preparados e motocicletas com todos os equipamentos necessários para realizarem o atendimento  

A Secretaria Municipal de Saúde colocou em operação, desde o dia 6 de outubro, um novo serviço de atendimento de urgência e emergência que agora, além das ambulâncias do SAMU, vem contando com duas motolâncias para atender a população.
Esses veículos, como o próprio nome sugere, são compostos de motos 250 cilindradas, Trail, que trafegam em qualquer tipo de terreno e agilizam bastante o atendimento, fazendo o serviço de apoio, quando necessário, até a chegada das ambulâncias do SAMU.
As motolâncias vem atuando, juntamente com as ambulâncias, em situações de urgência máxima, como paradas cardiorrespiratórias, acidentes vasculares cerebrais (AVCs), conhecidos popularmente como derrames, acidentes de trânsito, chegando, em média, cerca de 5 minutos antes das ambulâncias.

De acordo com o Secretário de Saúde, Adriano Martins, “ao agilizar o atendimento em situações em que o tempo de chegada pode fazer a diferença entre a vida e a morte, ou, ainda, diminuir as sequelas do paciente, as possibilidades de êxito são maiores, fazendo com que a redução de óbitos e do número e grau de sequelas caia significativamente”.
O atendimento feito pelas motolâncias é realizado por enfermeiros, em duas motos, sendo que uma delas está adaptada com equipamentos de ressuscitação, como desfibrilador cardíaco (para reversão de parada cardiorrespiratória), balão de oxigênio pequeno etc. e a outra moto, equipada de um compartimento com medicamentos, utilizados na estabilização e manutenção da condição clínica do paciente, até a sua remoção para o hospital municipal.
Conforme recomendação do Ministério da Saúde, este serviço deve ser feito somente em horário diurno, excetuando-se os dias chuvosos. Em Itumbiara, desde sua implantação, no dia 6/10, até o dia 31/10, foram realizados 65 atendimentos, executados em 20 dias desse período, quando não houveram chuvas e foi possível a atuação das motolâncias.
Conforme salienta Adriano Martins, Secretário de Saúde, “as dificuldades de deslocamento no trânsito de nossa cidade, por conta do elevado número de veículos, podem ser facilmente vencidas com a utilização das motolâncias, assegurando à toda população mais tranquilidade e certeza de um atendimento célere e de qualidade em situações de urgência e emergência, onde a rapidez fará enorme diferença na preservação da vida”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário