Total de visualizações de página

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

CLIMATIZADORES, SEM MANUTENÇÃO ADEQUADA, PODEM SE TRANSFORMAR EM POTENCIAIS CRIADOUROS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI


         A preocupação com a saúde da população, principalmente nestes tempos de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, tem levado vários profissionais a darem a sua contribuição, transmitindo informações para que a coletividade se proteja do mosquito e, consequentemente, dessas doenças.
            A constatação de que alguns climatizadores, utilizados em estabelecimentos comerciais, e mesmo residenciais, poderiam se constituir em risco ao se transformarem em criadouros do mosquito Aedes aegypti, fez com que o farmacêutico Leandro Barbosa, da cidade de Itumbiara, realizasse um vídeo em que sugere a necessidade de correta e periódica inspeção neste tipo de aparelho, já que tais informações nem sempre, ou quase nunca, são prestadas pelo fabricante, muito menos pelos técnicos que fazem a instalação e manutenção do produto.
            Portanto, diante desta realidade, espera-se que os fabricantes disponibilizem informações mais claras e os proprietários destes equipamentos passem a realizar a verificação adequada, dentro de uma frequência de no máximo sete dias, para que não tenham dentro de seu comércio, ou de suas residências, uma verdadeira “bomba-relógio” como bem observou Leandro Barbosa, em sua contribuição, no vídeo apresentado.
Hebert Andrade Ribeiro Filho
Diretor de Vigilância Sanitária de Itumbiara