Total de visualizações de página

sábado, 24 de janeiro de 2015

MAIS DE 40.000 CÁPSULAS DE POLIVITAMÍNICO IMPRÓPRIO PARA CONSUMO SÃO APREENDIDAS PELA VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE ITUMBIARA

Dr. Ricardo Chueire mostra os fragmentos, com a data de validade impressa,  que eram retiradas dos produtos 
       
       A Vigilância Sanitária de Itumbiara, em atendimento à duas denúncias, entre os dias 19 e 21 de janeiro,  apreendeu mais de 40.000 cápsulas de um medicamento polivitamínico que estariam sendo comercializados em dois estabelecimentos farmacêuticos, ambos da mesma rede.

       Num desses locais, localizado à Av. Oswaldo Cruz, no Setor Rodoviário, foram apreendidos, nos dias 19 e 20 de janeiro, a quantia de 627 Blísteres, contendo 10 cápsulas cada, com as datas de validade recortadas, impossibilitando o consumidor de verificar se o produto estaria impróprio para o consumo. Outras 495 caixas, do mesmo medicamento, também com prazo de validade expirado, foram recolhidas.

     A segunda denúncia, apurada no dia 21 de janeiro, em operação conjunta com a Polícia Civil, acabou encontrando no endereço de uma drogaria, da Av. Santos Dumont, no Bairro Santos Dumont, 26 caixas, de outra versão, do mesmo polivitamínico, com as embalagens sem prazo de validade e sem número de lote; além disso, 592 blísteres, com 10 cápsulas cada, com validade até novembro de 2014. Ainda, neste mesmo local, foram encontrados outros 26 blísteres, com 10 cápsulas cada, com a data de validade recortada. Todos os produtos foram levados para o distrito policial do bairro Novo Horizonte, onde foram periciados pela Polícia Técnico-Científica.

   Ambos estabelecimentos foram autuados por infringirem a legislação sanitária e terão prazo de até 15 dias para apresentarem defesa aos autos emitidos pela Vigilância Sanitária de Itumbiara, sem prejuízo de outras penalidades cabíveis.



HEBERT ANDRADE RIBEIRO FILHO
DIRETOR DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE ITUMBIARA

Nenhum comentário:

Postar um comentário