Total de visualizações de página

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

“FÁBRICA” DE ADUBO EM ARAPORÃ PODE SER UMA DAS CAUSAS DO MAU CHEIRO EM ITUMBIARA

A Vigilância Sanitária de Itumbiara atravessou o rio Paranaíba, duas vezes, nesta quinta-feira (8/8), em busca de respostas à uma indagação que vem sendo feita por toda a população itumbiarense: Qual a causa do intenso mau cheiro que vem sendo percebido em toda a cidade?
 Para isso foi realizada uma visita técnica à Uniagri - Comércio e Representação de Produtos Agropecuários Ltda, empresa chamada Solo Brasil, de tratamento de resíduos industriais sólidos e líquidos, localizada às margens da via de acesso à Usina Hidrelétrica de Itumbiara, distante 7 km da cidade de Araporã-MG.
Observou-se que são utilizados como insumos, na compostagem para fabricação de fertilizantes, resíduos de matérias orgânicas oriundas de processos industriais de empresas instaladas em Itumbiara e cidades mais próximas, como Buriti Alegre.
O mau cheiro, bastante acentuado e quase insuportável verificado no local, ocasionado pela decomposição da matéria orgânica, se assemelha àquele dos odores putrefatos que vem atingindo a cidade de Itumbiara e Araporã, principalmente no crepúsculo e à noite, causando, na população, sintomas que vão desde fortes náuseas a intensas dores de cabeça.
Entretanto, antes de afirmar-se, categoricamente, que esta empresa seja a única responsável pelo problema que vem afligindo os moradores de Itumbiara e Araporã, será preciso eliminar outras possibilidades, averiguando o tratamento e a destinação final dos efluentes produzidos pelas indústrias instaladas dentro de Itumbiara.
A investigação sobre esta poluição ambiental vem sendo levada a efeito pela Vigilância Sanitária de Itumbiara, esperando, também, que a população colabore com informações que possam levar à identificação de outras fontes poluidoras e com isso efetuar-se a interdição e paralisação das atividades que possam estar causando a emissão destas substâncias na atmosfera de nossa cidade e região.
Acredita-se que, com a participação do Ministério Público na questão, através da Promotoria do Meio Ambiente, resultados mais rápidos na solução deste problema sejam alcançados, minorando, assim, prejuízos à saúde e o desconforto que vem sendo causado às populações de Araporã e Itumbiara.
Dr. Hebert Andrade Ribeiro Filho
Diretor de Vigilância Sanitária de Itumbiara

7 comentários:

  1. A Beira Rio tem sido o mais belo e mal cheiroso cartão postal do Estado de Goiás!!! Sem falar da possibilidade desses resíduos irem parar no Rio Paranaíba.

    ResponderExcluir
  2. Não só a Beira Rio, moro aqui no bairro Santos Dumont, o mal cheiro é insuportável aqui tb!!!! Vigilancia Sanitária, bora fechar essa tranqueira!!!!

    ResponderExcluir
  3. o mal cheiro e muito insuportável ate para nos que estudamos em arapora

    ResponderExcluir
  4. Querem comprovar de onde sai o odor e só ir nas seguintes coordenadas de GPS:
    S: 18.42573° O: 49.13070° Elevação: 520m Araporã-MG vão com mascaras.

    ResponderExcluir
  5. Quando estamos chegando para as aulas noturnas na ULBRA o mau cheiro está forte !

    ResponderExcluir
  6. Veja bem, antes de se instalar esta empresa não existia tal problema, foi so aparecer essa fabrica de produzir adubo a cidade esta na merda.................................

    ResponderExcluir
  7. é verdade ta dificil o mal cheiro ta dimais vamos acabar com isso gente...

    ResponderExcluir